Elemar DEV

Tecnologia e desenvolvimento

SNIPPET: Sobre o (quase sempre equivocado) desenvolvimento e adoção de soluções domésticas

Olá. Tudo certo?

Como sabem, estou utilizando  Ask.fm como canal de comunicação com a comunidade. Tenho recebido algumas perguntas bem interessantes. Para algumas delas, desejo saber também a opinião de outras pessoas. Por isso, estou trazendo aqui para o blog como snippets (veja a lista).

Pergunta:

Empresas do mercado escolhem implementar suas próprias ferramentas: CRM, BPM e até ERP, com seus “poderosos” frameworks corporativos. Claro que depende, mas muitas vezes é perda de tempo, preguiça de aprender ou até ‘burrice’ da parte dos diretores, frente soluções prontas. O que acha sobre isso?

Minha resposta:

Você deu a resposta em sua pergunta: depende. Só que, dessa vez, a construção de uma solução doméstica parece ser um engano na maior parte das vezes.

Há dois motivos, acredito, que levam a empresa a tentar fazer algo em casa:

  1. crença de um processo “diferente”;
  2. ilusão de economia.

A ilusão de economia está associada a falta de meios claros para medir o custo do time de desenvolvimento. Sabemos que este custo não é composto de folha+encargos+estrutura. Há um custo bem maior: o desperdício da oportunidade. Ou seja, manter o time em projetos que não geram receita direta.

Quanto a ilusão do “processo diferente”, ela geralmente está associado a alguns fatores evidentes:

  1. falta de maturidade dos processos gerenciais;
  2. desconhecimento de boas ferramentas;
  3. Implantação muito ruim. Aliás, o último é, penso eu, o mais notório.

O que percebo é que as soluções domésticas acabam se tornando colchas-de-retalho e, invariavelmente, acabam sendo substituídas no longo prazo por soluções mais maduras. Meu chefe costuma chamar essas “burrices” de “custo do aprendizado”, o que faz todo o sentido. Afinal, no mundo corporativo o castigo mais sentido costuma ser aquele imposto ao bolso.

O que você acha?

4 comentários em “SNIPPET: Sobre o (quase sempre equivocado) desenvolvimento e adoção de soluções domésticas

  1. Tenho a percepção de que a desculpa para se fazer “em casa” é porque todas as soluções existentes são complexas demais, tem recursos de mais, não se encaixam ou são caras demais e o que se quer é algo muito mais simples, afinal é só um “sisteminha” e que tenha a cultura da empresa embutida.

    Como seu chefe colocou bem, é o custo do aprendizado, que na maioria dos casos ao desenvolver algo internamente é por desconhecer realmente o que precisa ou o próprio processo além de ter uma visão simplista demais do problema. Com o tempo e aprendizado muito provavelmente se chegará à conclusão da necessidade de migrar para uma solução mais completa no futuro, mais “profissional’.

    Costumo refletir que se estou tentando fazer algo que não há qualquer solução decente no mercado ou eu estou fazendo algo do jeito errado (muito provavelmente) ou é uma possível oportunidade de negócio que então demandará mais aprofundamento, que provavelmente vai deixar claro que eu estava fazendo algo do jeito errado :-b.

  2. Cleyton Ferrari
    17/04/2013

    Acredito que todos já passaram por isso “vou fazer o meu” e isto é so uma etapa do aprendizado e do amadurecimento do indivíduo e da empresa.

  3. Rodrigo
    18/04/2013

    “Framework corporativo” eh coisa do capeta. Isso eh invencao do diabo para atazanar a vida da gente.

    Mas isso eh reflexo de uma lideranca fraca, muito comum em grandes empresas. O cara nao tem inteligencia, visao ou experiencia suficiente pra enxergar que isso eh economia porca. Ha muita coisa boa no mercado para todos os gostos e bolsos. Voce desenvolve o que eh o “core” do seu negocio e deixa o basico para quem tem experiencia nisso.

    E mesmo o povo que pede “sisteminha”, no final descobre que o “sisteminha” nao resolve e ele precisa do pacote completo. Quer “sisteminha”? Eu conheco um otimo, chama Excel…

  4. Daniel Zhe
    23/04/2013

    Isso me deixa um pouco nervoso, vou tentar comentar sem me alterar:
    Se já existe algo consolidado e usado por N pessoas, porque vamos criar uma nova? Por que diabos vamos trazer para nossa responsabilidade algo que é responsabilidade dos outros?

    Só vale a pena uma solução doméstica se:
    1. As soluções existentes forem *muito* ruins e você sabe que tem colhões pra fazer algo bem melhor (ex.: as primeiras versões “do xml” do .net);

    2. Não existe nada que faça o que você precisa;

    3. As soluções existentes não são confiáveis ou são monstruosas, e você precisa de apenas uma fração dos recursos existentes nelas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 17/04/2013 por em Post e marcado , .

Estatísticas

  • 674,206 hits
%d blogueiros gostam disto: